Falso pastor é preso por suspeita de estupro de 5 menores de idade

Um falso pastor de 24 anos foi preso preventivamente pelo crime de estupro de vulnerável, aliciamento de menores e consumo de pornografia infantil em pelo menos 2 municípios do Amapá. O investigado foi detido na quinta-feira (10), no município de Calçoene, a 374 quilômetros da capital Macapá.

Segundo a Polícia Civil, o homem, que não teve o nome completo divulgado, utilizava as redes sociais para aliciar as vítimas.

“Ele se utilizava da confiança da família das vítimas nos cultos para aliciar as vítimas através dos aplicativos Messenger e WhatsApp (..) ele já esteve em Calçoene há alguns anos, praticou os mesmos crimes e conseguiu fugir”, detalhou o delegado Niury Relry.

As vítimas frequentavam o templo de oração em que o homem era responsável e também participavam de programações noturnas exclusivas para jovens, onde ele teria o primeiro contato com os menores de idade.

A polícia identificou que cerca de 5 crianças foram vítimas do suspeito. O homem também é investigado no município de Laranjal do Jari por abuso de vulnerável. O caso foi comunicado ao Conselho Tutelar e o falso pastor segue preso no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen).

Laura Machado, g1 AP — Macapá


Leia Também

Agressor de procuradora-geral não alegou arrependimento, diz delegada

Leia Mais

Idosa e diarista são encontradas degoladas em imóvel de luxo

Leia Mais

Rottweiler salta de carro em movimento e ataca mulher

Leia Mais