Max Verstappen é campeão mundial de Fórmula 1

Foi uma corrida cinematográfica, aconteceu de tudo, teve emoção do início ao fim, nenhum roteirista teria escrito um final tão apoteótico e perfeito em emoções, como foi a última corrida de 2021 do campeonato mundial de Fórmula 1.

O GP de Abu Dhabi consagrou uma temporada espetacular, sensacional e inimaginária, a melhor temporada de Fórmula 1 de todos os tempos.

O piloto da Red Bull, Max Verstappen é o campeão mundial de Fórmula 1 em 2021.


CONTINUA DEPOIS DA FOTO


Com emoção da largada até a bandeirada, Max Verstappen reconquistou na volta final a liderança do GP de Abu Dhabi que perdeu no início da corrida neste domingo, para abraçar a vitória que lhe rendeu seu primeiro título da carreira na Fórmula 1.

O holandês foi ultrapassado por Lewis Hamilton na largada e chegou a tocar no rival na curva 1, mas contou com um safety car acionado por Nicholas Latifi nas últimas voltas para se aproximar do rival e ultrapassá-lo no 58º giro. Carlos Sainz completa o pódio, em terceiro.

A dupla protagonizou uma rivalidade ferrenha.

Revezando-se na liderança do campeonato de pilotos ao longo do ano, chegaram no Circuito de Yas Marina empatados em 369,5 pontos. Com o triunfo e a volta mais rápida, Verstappen anotou 26 pontos que lhe mantiveram na ponta do Mundial, com 395,5 pontos – oito a mais que Hamilton.

Hamilton liderou as 57 das 58 voltas da prova no Circuito de Yas Marina. Nicholas Latifi, da Williams, bateu na barreira de proteção na curva 9 quando disputava uma posição com Mick Schumacher.

Assim como as etapas anteriores, o GP de Abu Dhabi teve contato entre os protagonistas do campeonato: depois de perder a liderança na largada. Os dois chegaram a tocar pneus, mas Hamilton manteve a posição ao sair pela área de escape, cortar por fora da pista e não devolver a posição.

A disputa deste domingo marcou uma série de despedidas: Kimi Raikkonen deixa a Alfa Romeo e a F1 após 20 anos na categoria; seu colega de equipe Antonio Giovinazzi, que não teve o contrato renovado, seguirá para a Fórmula E em 2022. O finlandês será substituído pelo compatriota Valtteri Bottas, que deixou a Mercedes para dar lugar a George Russell; o britânico de 23 anos se despediu da Williams.

O grid ficou menor que nas provas anteriores do campeonato, já que Nikita Mazepin, da Haas, testou positivo para o coronavírus antes da largada. O brasileiro Pietro Fittipaldi, reserva da equipe, não participou de nenhuma sessão livre ou classificou-se com o carro do time americano. Por isso, Mazepin não pôde ser substituído e a Haas correu apenas com Mick Schumacher.

O GP de Abu Dhabi foi a 22ª e última etapa da temporada 2021. A F1 retorna em 20 de março de 2022, com o GP do Bahrein, no Circuito de Sakhir.


Léo Vilhena | Rede GNI, com apoio de informações do GE


GettyImages-1358582510.jpg
Chegada de MAX VERSTAPPEN no GP de Abu Dhabi

Edição Léo Vilhena