Ex-funcionária do IBGE está desaparecida no Rio de Janeiro há quatro dias

Uma ex-funcionária do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está desaparecida desde o último sábado, quando saiu de casa à tarde, na Praça Seca, Zona Oeste do Rio, e não voltou. A Polícia Civil investiga o caso.

Caroline da Cruz Azevedo, de 35 anos, estaria com o psicológico abalado após a morte da mãe por Covid-19 há dez meses. De acordo com os familiares e amigos de Caroline, ela precisou fazer acompanhamento psicológico e usar remédios controlados após o trauma. Ela saiu de casa usando calça jeans, blusa branca e mochila cinza. O aparelho celular foi desligado.

O irmão de Caroline, Anderson Azevedo, informou ao Extra que a jovem apresenta quadro depressivo.

— Ela está em um quadro de negação, desorientada. Ela teve uma discussão com meu pai e disse que ia sair de casa. Ela não está bem — disse o funcionário público.

Segundo ele, ela trabalhava como funcionária pública, mas em regime temporário, e está desempregada desde sexta-feira, quando encerrou o período estabelecido no contrato. Contudo, o maior motivo para o impacto emocional em Caroline foi a morte da familiar.

— A perda da minha mãe foi a base para esse declínio emocional — explicou.

O caso foi registrado na 28ª DP, da Praça Seca, e encaminhado à Delegacia de Descoberta de Paradeiros (DDPA). Quem tiver informações sobre o paradeiro de Caroline, deve informar ao número (21) 98849-6254 (Whatsapp).


 

Leia Também

Operação policial no Rio de Janeiro termina com 11 mortos

Leia Mais

Jovem é tatuada à força com nome de ex-namorado no rosto

Leia Mais

Mulher é esfaqueada e escapa de feminicídio com a ajuda da babá e filhos

Leia Mais