‘Destransição’ aquece debate sobre mudança de gênero

O crescente número de relatos de pessoas trans — no Brasil e no exterior — que realizaram procedimentos para mudar de gênero e se arrependeram aquece o debate sobre a transição, em especial de crianças e adolescentes.

Um caso emblemático é o da britânica Keira Bell, que no início do ano passado, aos 23 anos, processou o sistema de saúde público britânico, conhecido pela sigla em inglês NHS, sob a alegação de que a equipe médica deveria ter questionado mais sua decisão de fazer a transição do sexo feminino para o masculino.

Ela iniciou o processo de transição aos 16 anos e voltou a se identificar com o sexo feminino, o mesmo de seu nascimento.

O episódio da jovem não é isolado.

Nas redes sociais, é possível encontrar grupos e perfis com relatos de “destransição”.


Giulia Vidale, O GLOBO
error: CONTEÚDO PROTEGIDO