Desmond Tutu, arcebispo da África do Sul e vencedor do Nobel da Paz, morre aos 90 anos

Morreu neste domingo, aos 90 anos, Desmond Mpilo Tutu, arcebispo da Igreja anglicana na África do Sul e vencedor do Nobel da Paz em 1984 pela luta contra o apartheid no país.

“O falecimento do arcebispo emérito Desmond Tutu é outro capítulo de luto na despedida da nossa nação a uma geração de notáveis sul-africanos que nos legou uma África do Sul libertada”, escreveu o presidente Cyril Ramaphosa em comunicado.

Ordenado aos 30 anos, foi nomeado arcebispo em 1986 se tornando o primeiro negro no cargo na Cidade do Cabo. Ele usou sua posição para defender sanções internacionais contra o apartheid e, mais tarde, para fazer lobby por direitos iguais para todos. Sua franqueza provocou a ira do governo sul-africano de minoria branca. Tutu se retirou da vida pública em outurbo de 2010.

AIN

error: CONTEÚDO PROTEGIDO