Criança é morta por encapuzados

Uma criança de 9 anos foi assassinada a tiros por encapuzados dentro de casa, em Barreiros, distante 110 quilômetros do Recife, na Zona da Mata Sul de Pernambuco. Segundo o pai de J.O.S., a execução aconteceu quando o garoto tentava se esconder com a mãe embaixo da cama. “Disseram que era a polícia”, afirmou Geovane da Silva Santos, que levou um tiro no ombro e escapou.

No momento do crime, mais três crianças e a mãe do menino assassinado estavam no local, mas não sofreram ferimentos. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que pai e filho foram levados para Hospital de Barreiros, mas a criança “não resistiu”.

O crime aconteceu às 21h40 de quinta (10), no Engenho Roncadorzinho, área que fica a dez minutos de carro da principal rodovia da região. Geovane acredita que sete homens participaram da ação.

O local é considerado uma área de litígio agrário, de acordo com a Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Pernambuco (Fetape). Entidades de direitos humanos cobraram às autoridades uma investigação rigorosa do assassinato.

Muito abalado, Geovane da Silva Santos afirmou, nesta sexta (11), em entrevista ao g1, que que estava muito escuro no momento em que os homens chegaram à casa de da família dele.

“Ouvi o barulho na parte de trás e fui ver o que era. Eles entraram, passaram por mim e foram para o quarto. Pegaram o menino, que estava embaixo da cama com a mãe atiraram”, declarou.

Nesta sexta, advogados da Comissão Pastoral da Terra (CPT) acompanharam Geovane durante as investigações da Polícia Civil.

Ricardo Novelino, g1 PE


Leia Também

Morre o prefeito de Pedro Juan Caballero, após ser vítima de um atentado

Leia Mais

Madrasta ‘ficou rindo’ ao servir mais feijão envenenado ao enteado

Leia Mais