Conflito aumenta e Israel diz que atingiu 140 alvos em Gaza

O conflito entre Israel e grupos palestinos se intensificou durante a madrugada desta
terça-feira (11) e já deixa dezenas de mortos e feridos, informam autoridades dos dois lados do
combate.

Um porta-voz das Forças Armadas israelenses informou que, ao menos, 250 foguetes foram
lançados da Faixa de Gaza contra o país. Por seu lado, foram atingidos 130 alvos no território
palestino. Além dos ataques mútuos, protestos espalhados por diversas partes de Israel também
terminaram em brigas e prisões.

Fontes palestinas falam em 20 mortes durante a madrugada e dezenas de feridos.

Já na manhã de hoje, o representante da Aviação de Israel, Itay Silberman, afirmou que foram
mortos 15 membros do grupo Hamas e que mais 10 objetivos militares foram atingidos.

“Manteremos o pé no acelerador. A operação durará ainda alguns dias”, acrescentou Silberman.
A meta de manter o conflito ativo foi confirmada pelo governo, com o ministro da Defesa, Benny
Gantz, liberando a convocação de ao menos cinco mil reservistas do Exército para atuar na
região sul do território. Além disso, oito agrupamentos de reservistas da Guarda de Fronteira
também foram convocados.

Todos os direitos reservados. Ansa