Claudio Castro assume como governador do Rio de Janeiro

Um vereador de primeiro mandato, eleito com pouco mais de 10 mil votos, desfilava no plenário da Câmara Municipal do Rio apresentando aos colegas um rosto totalmente desconhecido da política fluminense. “Este é o juiz Wilson Witzel, nosso candidato ao governo do estado, e eu vou ser o vice”, dizia Cláudio Castro aos interlocutores.

Era o fim do ano de 2018, pouco antes da eleição que consagraria a dupla na chefia do Poder Executivo do governo do estado. Quem acompanhava a cena não levava fé.

“Eu me lembro perfeitamente e achei uma loucura completa. Uma loucura completa que acabou se tornando realidade”, recorda o vereador Paulo Pinheiro (PSOL).

Castro foi eleito pela primeira (e única) vez à Câmara em 2016, sendo o 9º vereador com menos votos: 10.262. Dez vezes menos do que seu colega de partido, o mais votado, Carlos Bolsonaro (PSC).

Apenas dois anos depois, ao embarcar na candidatura de Witzel, a reviravolta: os dois obtiveram 4.675.355 votos. Com o impeachment do cabeça de chapa, Castro se torna o governador mais jovem desde a redemocratização.

Castro será empossado neste sábado (1º) em duas cerimônias: às 10h na Assembleia Legislativa e às 14h no Palácio Guanabara.

G1, Rede GNI