Ciro Gomes afirma que a PF está à mando de Bolsonaro; mas processo de corrupção é de 2017

O pré-candidato ao palácio do Planalto em 2022, Ciro Gomes, que foi alvo da Polícia Federal de buscas e apreensões na manhã desta quarta-feira, 15, vociferou em várias entrevistas após a polícia federal sair de sua casa que os agentes federais estavam ali à mando de Bolsonaro para o intimidar e que ele foi acusado de corrupção injustamente.

Tática conhecida de esquerdistas.

O inquérito onde Ciro e Cid Gomes são suspeitos de corrupção é de 2017, quando Bolsonaro sequer era presidente, e investiga suposta corrupção dos irmãos Gomes que teria ocorrido entre 2010 e 2013.

Mas a ‘culpa é do Bolsonaro’.

Léo Vilhena | Rede GNI
Jornalista


LEIA MAIS PF faz buscas contra Ciro e Cid Gomes para apurar suposto esquema de corrupção