Chelsea é bi da Liga dos Campeões

A Europa é azul mais uma vez. Neste sábado, o Chelsea venceu o Manchester City pela final da Champions League 2020/21, e o time de Londres conquistou o bicampeonato do torneio. Com gol de Kai Havertz, a equipe de Thomas Tuchel bateu os Cityzens por 1 a 0 no Estádio do Dragão, em Portugal.

JOGO MORNO
Como esperado em uma final, o jogo começou muito disputado no Estádio do Dragão, com nenhuma das duas equipes se arriscando muito. Pelo lado do Manchester City, as melhores chances foram com Sterling e Foden, mas em ambas a zaga do Chelsea afastou. Já do lado dos Blues, Werner perdeu grandes oportunidades.

LAMENTAÇÃO
Por volta dos 35 minutos, Thiago Silva disputou bola no alto com Phil Foden, mas levou a pior. O zagueiro brasileiro sentiu um incômodo muscular na região virilha e foi atendido pelo departamento médico do Chelsea. O camisa 6 até tentou voltar para o jogo, mas precisou ser substituído por Christensen. Convocado por Tite para as Eliminatórias Sul-Americanas, o defensor passa a ser dúvida.

BOLA NA REDE
O primeiro tempo se encaminhava para o fim sem gols, mas o Chelsea abriu o placar aos 41 minutos. Mason Mount achou passe primoroso para Kai Havertz, que ficou cara a cara com o goleiro Ederson. O meia-atacante alemão driblou o brasileiro, e, com o gol aberto, só teve o trabalho de mandar para o fundo das redes.

LAMENTAÇÃO DO OUTRO LADO
Se Thiago Silva deixou o campo lesionado no primeiro tempo, o Manchester City também sofreu na etapa final. Por volta dos dez minutos, Kevin De Bruyne se chocou de cabeça com Rüdiger, e o belga levou a pior. O camisa 17 não conseguiu ficar em campo e foi substituído por Gabriel Jesus.

PRESSÃO SEM GOL
No segundo tempo, com a necessidade de empatar o jogo, o Manchester City tomou conta da partida, enquanto o Chelsea apostou nos contra-ataques. Os Blues, entretanto, souberam anular os Cityzens e não sofreram tanto perigo ao longo dos 45 minutos.

BICAMPEONATO
Com esta conquista, o Chelsea chega ao seu segundo título de Champions League. O primeiro foi na temporada 2011/12, quando bateu o Bayern de Munique nos pênaltis na decisão de Munique. Agora, os Blues encaram o Villarreal, vencedor da Liga Europa, pela Supercopa da Europa.

FINAL COM PÚBLICO
Em meio à pandemia da Covid-19, alguns estádios da Europa já estão voltando a receber público. Na final da Champions, não foi diferente. 14.110 pessoas acompanharam o duelo entre Manchester City e Chelsea no Estádio do Dragão, no Porto.

Lance