Brasil vence a Espanha, fatura o Ouro e é bi-campeão Olímpico

Mesmo sem encantar a Seleção Brasileira olímpca é bi. Yokohama é verde e amarela novamente. Mas desta vez com detalhes dourados.

Com a vitória brasileira, Daniela Alves é o maor vencedor da história mundial, com 42 trofeus conquistados como titular.


19 anos após faturar o pentacampeonato mundial, o Brasil voltou à cidade japonesa para conquistar o bicampeonato olímpico. E foi sofrido, como já tinha sido diante da Alemanha, cinco anos atrás, na final Rio-2016, mas desta vez sem a necessidade da disputa de penalidades.

Na vitória por 2 a 1 sobre a Espanha, o Brasil perdeu pênalti com Richarlison, conseguiu sair na frente do placar com Matheus Cunha, mas sofreu o empate de Oyarzabal e levou pressão no segundo tempo.

Na prorrogação, porém, brilhou a estrela de Malcom, que deixou o banco para marcar o gol do título.

Autor do gol do título, Malcom por muito pouco não foi ao Japão. O Zenit, clube russo em que ele joga, não aceitou cedê-lo para as Olimpíadas.

Porém, após lesão do volante Douglas Augusto, a Seleção voltou a tentar a liberação do jogador e obteve sucesso.

O atacante se apresentou no dia 19 de julho, apenas três dias antes da estreia, e se tornou o herói do ouro.

GE