Brasil luta, mas cai para EUA e fica com vice na Liga das Nações

Por um momento, o caminho se mostrou aberto. Diante de seu maior rival na atualidade, o Brasil desfilou talento e força em Rimini.

Do outro lado, porém, os Estados Unidos voltaram a se firmar como um dos favoritos para as Olimpíadas. Em um jogaço, a seleção de José Roberto Guimarães lutou, mas não conseguiu superar as americanas na final da Liga das Nações: 3 sets a 1, parciais 26/28, 25/23, 25/23 e 25/21.

É o terceiro título dos Estados Unidos na Liga das Nações: venceu, também, em 2018 e 2019. A seleção, então, segue na fila em busca de seu primeiro troféu na competição. Ainda que tenha de se contentar com o vice, porém, o Brasil deixa a Itália com a sensação de estar dando os passos certos rumo a Tóquio.

GE