Bombeiro é morto e 20 pessoas ficam feridas em incêndios na Grécia

Um bombeiro voluntário de 38 anos foi morto em um incêndio que ameaça o parque nacional mais importante da capital grega, e pelo menos 20 pessoas ficaram feridas em incêndios durante a pior onda de calor do país em 30 anos, com temperaturas de até 45 ° C. Entre os feridos estão dois bombeiros em tratamento intensivo.

Milhares de residentes e turistas fugiram das chamas por terra e pelo mar. Segundo a BBC, 650 pessoas foram resgatadas de Limni, no norte da ilha de Evia, enquanto os incêndios florestais se espalhavam pela costa. Mais de 150 incêndios já foram relatados no país. Nos arredores de Atenas as pessoas estão sendo orientadas pelas autoridades a deixarem suas casas.

Na região de Mani, no Peloponeso, a vice-prefeita de East Mani, Eleni Drakoulakou, disse à emissora estatal ERT que 70% de sua área foi destruída. “É uma catástrofe bíblica. Estamos falando de três quartos do município ”, afirmou.

Os esforços das autoridades gregas agora estão sendo apoiados por bombeiros e aeronaves especiais da França, Ucrânia, Chipre, Croácia, Suécia e Israel. Segundo o The Guardian, espera-se que mais ajuda chegue ainda hoje, vinda da Suíça e da Romênia.

Redação Um Só Planeta, G1


Edição: Léo Vilhena | Rede GNI