Bernardo Bello é preso na Colômbia

Uma ação da Delegacia de Homicídios da Capital da Polícia Civil, do Grupo de Atuação Especializada de Combate ao Crime Organizado do Ministério Público e da Interpol prendeu três acusados de participação na morte de Alcebíades Paes Garcia, o Bid, umm dos chefes do jogo do bicho no Rio, na madrugada de 25 de fevereiro de 2020, quando ele deixava os desfiles da Marquês de Sapucaí e chegava em casa, na Barra da Tijuca.

Entre os presos está Bernardo Bello, ex-presidente da Unidos de Vila Isabel, considerado o mentor intelectual do atentado e capturado em Bogotá, na Colômbia, e os seguranças dele, Thyago Ivan da Silva e Carlos Diego da Costa Cabral. Integrantes do Escritório do Crime, Leonardo Gouvêa da Silva, Mad, e seu irmão, Leandro Gouvêa da Silva, o Tonhão, também tiveram a prisão preventiva decretada, mas já estavam presos por outros crimes.

Já Wagner Dantas Alegre, segurança de Bernardo e apontado como o responsável pelos disparos, está foragido.


 

Leia Também

Agressor de procuradora-geral não alegou arrependimento, diz delegada

Leia Mais

Idosa e diarista são encontradas degoladas em imóvel de luxo

Leia Mais

Rottweiler salta de carro em movimento e ataca mulher

Leia Mais