Ashleigh Barty é campeã do Australian Open ao vencer a americana Danielle Collins

Um título de ponta a ponta e sem questionamentos. Neste sábado, Ashleigh Barty venceu a americana Danielle Collins por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 7/6 (2) e conquistou o Australian Open pela primeira vez. É o terceiro Grand Slam da carreira da número 1 do mundo que já foi campeã em Roland Garros e em Wimbledon.

Destaque para o segundo set. Barty chegou a sofrer duas quebras e estava com 5 a 1 contra. Conseguiu devolver as duas quebras e levou para o tie-break. Sacando melhor e com o apoio da torcida foi impossível tirar o título da australiana. Uma campanha irreparável. Barty não perdeu sequer um set na competição.

Ela se junta agora a Serena Williams em outro quesito. Elas são as únicas jogadoras em atividade que conquistaram Grand Slams em três pisos diferentes.

Barty já tinha feito história sendo a primeira australiana a chegar à final desde Wendy Turnbull, em1980, quebrando um tabu de 42 anos. Agora derrubou mais um, de 44 anos, já que o título mais recente de uma jogadora da casa foi de Chris O’Neil em 1978. Na chamada Era Aberta do tênis, outras três australianas já haviam sido campeãs do torneio, com quatro títulos de Margaret Court, três de Evonne Goolagong e mais um de Kerry Melville Reid.


Leia Também

Sebastian Vettel é roubado após GP da Espanha e persegue ladrões

Leia Mais

Milan vence o Campeonato Italiano e encerra jejum de 11 anos

Leia Mais

Manchester City consegue virada histórica e é campeão inglês

Leia Mais