RedeGNI

Global News International

BrasilDestaqueEconomiagovernoJovem PanManchete

Finanças: Transferências via DOC e TEC deixam de existir nesta quinta-feira

Transferências via DOC e TEC deixam de existir nesta quinta-feira

Formas de pagamento perderam popularidade após a implementação do PIX em 2020; modalidade foi responsável por movimentar mais de 17 bilhões em transações bancárias no ano passado

Um dos meios mais tradicionais de transferência bancária chega ao fim nesta quinta-feira, 29, após decisão aprovada pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) em maio do ano passado. O Documento de Ordem de Crédito (DOC) não poderá mais ser utilizado como meio de pagamento. Além disso, a Transferência Especial de Crédito (TEC) também deixará de existir a partir de amanhã. Estas modalidades perderam com a implementação do PIX em 2020. Debates entre bancos e a Febraban levou ao encerramento destas formas de pagamento. Outro fator que influenciou na decisão foram dados divulgados pelo Banco Central que mostravam que as transações por DOC no primeiro semestre de 2023 corresponderam apenas a menos de 1% das transferências bancárias feitas ao longo do ano.

O limite para que os clientes dessem início ao agendamento de DOC e TEC começou em janeiro, por isso, nesta quinta-feira, se encerra o prazo final para que os últimos pagamentos sejam depositados e o sistema seja encerrado por completo. Ao agendar uma transação por DOC, o recebedor deveria aguardar o prazo de um dia para receber o valor em conta, enquanto a transferência por TEC poderia cair em conta em algumas horas do mesmo dia. Com isso, o PIX ganhou mais popularidade entre os brasileiros pela facilidade nas transações instantâneas e gratuitas. Em 2023, do total de 37 bilhões de operações feitas ao longo do ano, mais de 17 bilhões foram via PIX.

Jovem Pan