A verdade dos fatos é a nossa notícia

Guerra ao Terror

Israel divulga fotos da chacina onde 40 bebês foram decapitados e queimados

O Jerusalem Post confirmou, com base em fotografias autenticadas dos corpos, que os relatos de bebés queimados e decapitados no ataque do Hamas a Kfar Aza estão corretos.

As fotos foram mostradas ao secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, durante sua visita a Israel na quinta-feira pela Diretoria de Diplomacia Pública do Gabinete do Primeiro Ministro. No final do dia, as fotos foram publicadas pelo Gabinete do Primeiro Ministro no Twitter. As fotos são gráficas e possuem um aviso de conteúdo cobrindo-as até que um botão onde se lê “mostrar” seja pressionado.

Hamas tenta negar assassinato e abuso de civis

Nos últimos dois dias, o movimento terrorista Hamas lançou uma campanha negando ter raptado, assassinado e abusado de civis durante o seu ataque ao sul de Israel.

Num vídeo publicado pelo Hamas, o movimento rejeitou os relatos de bebés decapitados em Kfar Aza. Na quinta-feira, o vice-líder do Hamas, Saleh al-Arouri, afirmou também que os 1.200 membros das Brigadas al-Qassam que se infiltraram em Israel não tinham como alvo civis, dizendo que civis palestinos entraram mais tarde e lutaram com civis israelenses.

“Quando a Divisão Israelense de Gaza entrou em colapso, os civis de Gaza entraram e entraram em confronto com os colonos, e os civis caíram”, afirmou Arouri. Imagens da área capturadas no sábado mostraram indivíduos uniformizados das Brigadas Al-Qassam e de outros grupos terroristas na Faixa de Gaza participando do massacre e sequestro em massa no sul de Israel.

Edição: Léo Vilhena
Com informações do The Jerusalem Post


IMAGENS
FORTES






OBS: Tivemos acessos a mais fotos, porém, decidimos não publicar por conter cenas aterrorizantes.

Midia move o mundo